Tenha Noção de Primeiros Socorros para Bebês em Casos de Emergência

Os bebês vivem uma fase cheia de descobertas e aprendizados, mas que também apresentam riscos e perigos. Até porquê os bebês são bem curiosos e exploradores e sempre estão se colocando em situações de risco.

Dentre os diversos acidentes que podem acontecer com os bebês, os mais comuns são engasgo, afogamento, queimaduras, quedas e choque elétrico. E para garantir a segurança e o bem-estar dos bebês é crucial agir corretamente, com rapidez e eficiência nesses momentos de emergência.

Neste texto, abordaremos informações muito valiosas, principalmente para os pais e cuidadores, explicando o passo a passo dos procedimentos básicos de primeiros socorros que devem ser aplicados em bebês em caso de emergência.

Primeiros socorros para bebês – Passo a passo

Todo mundo sabe que previnir é o melhor remédio. Mas, acidentes acontecem sem aviso prévio e a melhor coisa que os pais e/ou responsáveis podem fazer pelo seu bebê é se informar. Ter conhecimento do que fazer, como agir em caso de algum acidente e estar ciente das medidas de primeiros socorros pode salvar vidas!

Engasgo

Até o segundo ano de vida, os bebês costumam se engasgar com certa frequência. É nessa fase que eles estão aprendendo a coordenar a sucção, a deglutição e a respiração, e isso acaba facilitando ao engasgo.

Durante essa fase, o engasgo pode ser provocado por pequenos objetos ou alimentos, e até mesmo líquidos que podem ser aspirados pelas vias aéreas do bebê.

Caso um bebê engasgue, é importante agir com calma e rapidez, mas de maneira adequada para evitar complicações.

Passo a passo dos primeiros socorros de um bebê engasgado

Passo 1 – Verifique se consegue visualizar o objeto. Caso esteja visível e ao alcance, tente remover o objeto estranho com o dedo mindinho ou com uma pinça.Faça isso com cuidado e esteja atento para não causar danos ou empurrar o objeto mais para baixo. Caso o bebê esteja tossindo ou chorando, evite colocar o dedo na boca do bebê para não empurrar o objeto para mais fundo.

Observação: Chorar e tossir são bons sinais, pois significa que as vias aéreas não estão completamente bloqueadas.

Passo 2 – Caso não consiga visualizar o objeto, você deverá colocar o bebê de barriga para baixo, apoiado no seu braço e, este por sua vez, na perna. Em seguida, dê leves tapinhas nas cotas ou entre os omoplatas. O intuito dessa manobra é ajudar a deslocar o objeto. Mas caso não seja eficaz ou o bebê esteja inconsciente, ligue para o serviço de emergência e comece a realizar a manobra de ressuscitação cardiopulmonar (RCP) para bebês.

Vídeo do Canal Grupo Leforte

Observação: A manobra de Heimlich, também chamada de tração abdominal, não deve ser utlizada em bebês com menos de 12 meses.

Queda

Qualquer queda pode ter um grande impacto na saúde do bebê, especialmente se houver sinais de trauma na cabeça, portanto não hesite em buscar assistência médica imediatamente se houver qualquer sinal de problema.

Primeiros socorros em caso de queda de bebês

Passo 1 – Sempre com calma e agilidade, verifique se o bebês está consciente, respirando normalmente ou se apresenta algum sinal de traumatismo craniano, como inchaço, sangramento ou deformidades na cabeça.

Passo 2 – Caso haja suspeita de traumatismo craniano, ligue para o serviço de emergência imediatamente ou leve a criança ao pronto-socorro mais próximo.

Passo 3 – Caso não haja sinais de traumatismo, mantenha a criança em observação por pelo menos 24 horas. O ideal é observar se haverá mudança no comportamento ou padrão de sono nos dias seguintes.

Passo 4 – Caso o bebê permaneça agitado e chorando, sem sinais de traumatismo, tente consolá-lo e ofereça sua presença e conforto.

Vídeo do Canal Deixa com o papai

Em caso de dúvida, sempre procure ajuda médica.

Desconto HOJE: 14%Mais Vendido nº 1
Bolsa Kit Primeiros Socorros P - Curtlo, Vermelho
Bolsa Kit Primeiros Socorros P – Curtlo, Vermelho
Confeccionada em Nylon Rip Stop 257 resistente à água; Compartimento principal e dois bolsos internos em tela todos com abertura por zíper
R$ 108,90 −14% R$ 93,12
Desconto HOJE: 10%Mais Vendido nº 3
Maleta Primeiros Socorros - Arqplast
Maleta Primeiros Socorros – Arqplast
Maleta Primeiros Socorros – Arqplast
R$ 38,90 −10% R$ 34,90
Mais Vendido nº 5
Necessaire Porta Remédio Primeiros Socorros Kit Viagem Organizador
Necessaire Porta Remédio Primeiros Socorros Kit Viagem Organizador
Material: Lona; Ideal para viagens ou para organizar seus remédios.; Com compartimentos internos manter os itens separados
R$ 35,00

Queimaduras

As queimaduras são bem doloridas e podem causar lesões graves. As principais causas de queimaduras em bebês são o contato com líquidos quentes, incluindo a água do banho, contato com superfícies quentes ou objetos aquecidos com fogo, queimadores de fogão e exposição excessiva ao sol sem proteção.

Além de todo trabalho de prevenção, é importante manter o bebê sob supervisão de um adulto atento, para que esse tipo de coisa não aconteça, mas caso ocorra é importante saber como agir. Por isso, siga o passo a passo abaixo.

Passo a passo dos primeiros socorro para queimaduras em bebê

Passo 1 – Por pelo menos 20 minutos, coloque a área queimada, imediatamente, sob água fria corrente. Essa atitude irá impedir que a queimadura se agrave e também irá amenizar a dor, resfriando o local.

Passo 2 – Remova com muito cuidado quaisquer roupas, fraldas ou objetos que estiverem próximo da área da queimada ou grudados na queimadura.

Passo 3 – Caso a queimadura seja grave, ligue para o serviço de emergência imediatamente ou o leve ao pronto-socorro mais próximo.

Vídeo do Canal Grupo Leforte

ATENÇÃO: Nunca coloque manteiga, pasta de dente, pó de café, pomadas ou qualquer outro produto na queimadura. Esse tipo de material é impróprio e pode piorar a condição e causar infecções.

Afogamento

Infelizmente, o afogamento é mais comum do que parece, principalmente em casas com piscina. Mas é importante lembrar que apenas alguns centímetros de água podem ser fatal para os bebês, já que eles não possuem controle total do corpo e coordenação motora em desenvolvimento. Por isso, nunca eixe baldes, bacias ou banheiras com água e ao alcance dos bebês.

Passo a passo dos primeiros socorros em caso de afogamento de bebê

Passo 1 – Retire o bebê imediatamente da água e o coloque de bruços em uma superfície dura e plana, apoiando-o em seus antebraços.

Passo 2 – Verifique se há algum objeto estranho na boca ou garganta do bebê e, se houver, retire-o cuidadosamente.

Passo 3 – Caso o bebê não esteja respirando, comece imediatamente a ressuscitação cardiopulmonar (RCP). Inicie com 30 compressões torácicas seguidas de duas respirações boca a boca, repetindo até que a respiração do bebê seja restabelecida.

Passo 4 – Enquanto faz a manobra de ressuscitação, ligue ou peça que alguém ligue, para o serviço de emergência (SAMU ou Corpo de Bombeiros) .

Passo 5 – Caso o bebê voltar a respirar, mantenha-o sob observação até a chegada do atendimento médico.

Vídeo do Canal Scheilla Bernardes

Leia Também: 17 Dicas de Segurança para Manter o Bebê Seguro

Choque elétrico

A primeira instrução em qualquer pesquisa que se faço sobre segurança para bebês é que se cubram as tomadas, para evitar que os bebês introduzam os dedos ou algum objeto condutor de eletricidade, causando o choque elétrico.

Mas, infelizmente alguns pais podem ser pegos de surpresa com alguma toma descoberta, fios desencapados e equipamentos elétricos que não estão devidamente isolados e isso, somado a curiosidade dos bebês, pode resultar em um choque elétrico.

Passo a passo dos primeiros socorros em caso de choque elétrico em bebês

Passo 1 – Ao notar que o bebê está em contato com alguma fonte de energia, a desligue imediatamente através da chave geral ou disjuntor, para garantir que a vítima não receba mais choques.

Passo 2 – Verifique se o bebê responde. Chame o nome do bebê e agite gentilmente seus ombros.

Passo 3 – Caso não responda, incline a cabeça do bebê para trás e levante o queixo com uma mão enquanto segura sua testa com a outra.

Passo 4 – Verifique a respiração do bebê. Coloque sua mão livre no peito do bebê e sinta se está respirando.

Passo 5 – Caso não esteja respirando, inicie imediatamente a RCP.

Passo 6 – Ligue imediatamente para o serviço de emergência (SAMU ou Corpo de Bombeiros) ou peça ajuda médica imediatamente.

Vídeo do Canal mamãe e bebê mais

Convulsões

As convulsões podem ocorrer por diversos motivos e sem nenhum aviso prévio, por isso é importante nunca deixar o bebê sem a supervisão de um responsável ou em lugares onde possa se machucar. Sempre o mantenha em um ambiente seguro e controlável.

Passo a passo dos primeiros socorros em caso de convulsões

Passo 1 – Fique calmo e mantenha o bebê em uma posição segura, livre de objetos que possam causar danos.

Passo 2 – Não tente segurá-lo ou impedir os movimentos.

Passo 3 – Após a convulsão, posicione o bebê deitado de lado, evitando a obstrução das vias aéreas.Ligue para o serviço de emergência imediatamente.

Passo 5 – Caso a convulsão dure por mais de 5 minutos ou aconteça episódios de convulsão seguidamente, liga para emergência ou leve o bebê ao pronto-socorro mais próximo.

Passo 6 – Caso o bebê, após a convulsão, apresente respiração normal, mantenha-o sob observação e entre em contato com o médico para saber o que fazer.

Vídeo do Canal mamãe e bebê mais

Como realizar a ressuscitação cardiopulmonar em bebês?

Em muitos casos de emergência, quando o bebê não apresenta nenhuma resposta, com ausência da respiração, é necessário realizar a ressuscitação cardiopulmonar. É importante lembrar que, em bebês, essa manobra deve ser realizada com cuidado,

Passo a passo de como realizar a ressuscitação cardiopulmonar em bebês

Passo 1 – Identificado. que o bebê não está respirando, coloque-o de barriga pra cim sobre uma superfície plana e firma, como mesa ou chão.

Passo 2 – Verifique se as vias aéreas do bebê estão desobstruídas. Para isso, incline a cabeça do bebê para trás e levante o queixo com uma mão enquanto segura sua testa com a outra. Observe se há alguma obstrução ou objeto na boca ou garganta do bebê e, se houver, remova-o cuidadosamente.

Passo 3 – Coloque 2 dedos no peito do bebê, acima do osso do esterno e comece fazendo 5 compressões suaves.

Passo 4 – Pare as compressões, cubra a boca e o nariz do bebês com a sua boca e sopre levemente, fazendo ventilações. Repita isso por ceca de 1 segundo para cada respiração.

Passo 5 – Retorne as compressões, repita a ventilação. Com a frequência de 30 compressões torácicas para duas ventilações até a chegada do atendimento médico ou o bebê recobre a consciência e você veja que ele consegue repsirar sozinho.

Passo 6 – Não deixe de procurar atendimento médico.

Vídeo do Canal Sikana Brasil

OBSERVAÇÃO: A ressuscitação cardiopulmonar em bebês requer cuidado especializado e equipamentos para melhorar as chances de sucesso, por isso ela deve ser realizada apenas por uma pessoa certificada em primeiros socorros e, em caso de emergência, é crucial chamar o serviço de emergência (SAMU ou Corpo de Bombeiros) imediatamente.

Conclusão

Esses procedimentos de primeiros socorros é uma recomendação para todos, inclusive para pais com filhos pequenos em casa. O ideal é entender o básico de cada procedimento, você pode salvar uma vida. Não saber desses procedimentos e ir pesquisar na hora do acontecido poderá não te dar tempo hábil para converter uma ocorrência. Compartilhe esse artigo com o maior número de pessoas que você puder, é de extrema importância para assegurar vidas!