Segurança do Bebê Durante as Visitas: Dicas e Orientações

A chegada de um bebê é um momento muito especial na vida dos pais. É comum que amigos e parentes também estejam ansiosos para conhecer o novo integrante da família. No entanto, os primeiros dias após o nascimento é um período delicado, onde mãe e filho estão se ajustando e adaptando a toda novidade e nova rotina. Além disso, os recém-nascidos são muito vulneráveis a doenças e infecções, o que significa que é preciso ter cuidado ao receber visitas.

Neste artigo, você encontrará dicas importantes sobre os cuidados necessários para receber visitas após o nascimento de um bebê e orientações do que pode exigir dos seus visitante, desde quando é o momento ideal para visitas até como garantir a segurança e o bem-estar do novo integrante da família durante as visitas.

Dicas e orientações para pais de recém-nascido garantirem a segurança do bebê

Manter o recém-nascido em segurança é uma das principais preocupações dos pais, principalmente durante as visitas nas primeiras semanas de vida do bebê. Com tantas mudanças e ajustes acontecendo, pode ser difícil saber por onde começar.

Pensando nisso, elaboramos este guia com dicas e orientações para ajudar os pais a garantirem a segurança do bebê durante a visitas ao recém-nascido, sem ser chatos ou mal interpretados.

1 – Defina um horário para visitas ao recém-nascido

Os pais, mais do que ninguém, sabem que essa fase inicial é de muitos ajustes. Mãe e filho ainda estão se encontrando e precisam de privacidade e descanso. Lidar com visitas surpresas ou com visitantes que fiquem por muito tempo pode ser muito difícil e constrangedor. Por isso, você deve definir um horário para as visitas ao recém-nascido, isso irá permitir que vocês tenham controle sobre quando e por quanto tempo as visitas irão correr e garantirão que estarão mais dispostos e receptivos.

Ao definir um horário para as visitas você também irá garantir que essa experiência seja o mais agradável e tranquila para todos, o bebê estará alimentado e acordado e tanto o bebê quando os pais, e a própria casa, estejam em um estado adequado para receber visitantes.

2 – Limite o número de visitante

Ao limitar o número de visitante você estará controlando o ambientes, ajudando a reduzir o risco de exposição a vírus e bactérias e garantindo a segurança e a saúde do bebê. Pois o recém-nascido é mais vulnerável a doenças e infecções, por conta do seu sistema imunológico que ainda está se Re

Receber muitas visitas também pode ser extremamente cansativo, deixando tanto os pais quanto o bebê sobrecarregados, principalmente nas primeiras semanas com um recém-nascido que são particularmente desafiadoras. Definir um limite de visitantes irá garantir que visitas sejam mais íntimas, pessoais e proveitosas, além reduzir o estresse e a ansiedade dos pais, permitindo que os eles tenham tempo para descansar, se adaptar à nova rotina e se concentrar nas necessidades do bebê.

3 – Peça aos visitantes lavarem as mãos

A pandemia de Covid eixou ainda mais claro o quanto é importante lavar as mãos. Pois as mãos são uma das principais fontes de transmissão de vírus e bactérias, e os recém-nascidos têm um sistema imunológico ainda em desenvolvimento e são mais vulneráveis a doenças e infecções. Por isso é importante que as visitantes lavem as mãos, mesmo que não vá tocar no bebê.

Lavar as mãos é especialmente importante em épocas de surtos de doenças infecciosas, como a gripe ou o resfriado, quando a transmissão de vírus pode ser mais comum.

Outra medida importante é deixar um frasco de álcool em gel disponível, para que mesmo após a lavagem de mãos, os visitantes possam reforçar essa proteção usando o álcool em gel nas mãos antes de tocar no bebê

Mais Vendido nº 1
Bioclub Higienizador para Mãos sem Álcool
Bioclub Higienizador para Mãos sem Álcool
Eficiente higienizador de mãos; Para mãos já estão 99, 9% livre dos germes; Não agride a pele
Mais Vendido nº 2
Fiorucci Gel Higienizador Para Mãos Seption-Free Hortelã 500 Ml
Fiorucci Gel Higienizador Para Mãos Seption-Free Hortelã 500 Ml
Higienização; Proteção; Hidratação; Explore a nossa gama de produtos
Mais Vendido nº 4
Higienização das Mãos
Higienização das Mãos
Luciana Rezende Barbosa (Author); 280 Pages – 07/01/2013 (Publication Date) – Biblioteca24horas (Publisher)
Mais Vendido nº 5
Coperalcool Alcool Gel Higienizador De Maos 70 Inpm Coperalcool Bacfree Oceano 400G
Coperalcool Alcool Gel Higienizador De Maos 70 Inpm Coperalcool Bacfree Oceano 400G
Bactericida Bac Free; Para a higienização e assepsia das mãos; Elimina 99,9% das bactérias

* Links afiliados / Imagens API de publicidade da Amazon

4 – Oriente aos visitantes que não beijem o bebê

Por mais fofos que eles sejam, por mais tentador que pareça, não permita que ninguém beije o recém-nascido, principalmente no rosto. A boca do adulto é repleta de bactérias que podem ser nocivas ao bebê e por isso, o beijo deve ser proibido em qualquer parte do bebê, principalmente no rosto.

5 – Proíba visitantes que estejam doentes ou se recuperando

Infelizmente existem muitas pessoas sem noção, e vocês como pais devem ser cautelosos e proteger seu bebê de pessoas desse tipo. Por isso, deixe claro aos visitantes que eles não são bem vindo caso estejam com qualquer sinal de doença, estejam se recuperando ou tenham tido contato com alguém doente.

Peça que eles aguardem no mínimo 15 dias para fazerem a visita. Com certeza, eles serão compreensivos se estiverem comprometidos com a segurança e bem estar do bebê.

6 – Deixe claro as regras e limites para os visitantes

Evite constrangimentos e sempre deixe claro quais são as regras para visitas, incluindo sobre as permissões de foto e postagens em redes sociais. Dessa forma, evitará conflitos durante o momento da visita, que deve se prazeroso e tranquilo.

Você pode usar as redes sociais com Whatsapp, fazer uma listinha de regras e enviar no grupo da família e amigos. Dessa forma, todos terão acesso as informações, regras e limites e ficará mais fácil seguir e respeitar os seus desejos.

Cartilha com dicas e orientações aos visitantes de um recém-nascido

Apesar de parecerem óbvias, as regras e limites durante a visita a um recém-nascida podem não ser tão óbvias para algumas pessoas. Pensando nisso, listamos aqui um série de dicas e orientações que você pode aproveitar para montar uma espécie de cartilha aos visitantes e enviar para todos os familiares e amigos que pensam em visitar o seu bebê.

Segue uma sugestão de introdução para sua lista de regras:

“Oi, sei que minha chegada foi muito esperada e você está muito ansioso(a) para me conhecer. Eu também estou! Mas preciso de lembrar que sou um bebê recém-nascido e ainda estou me adaptando a tudo ao meu redor. Por isso é essencial tomar alguns cuidados para garantir a minha segurança e saúde. Eu e meus pais escrevemos esta cartilha de orientações, com informações importantes para que possa aproveitar sua visita de maneira segura e agradável. Te peço que leia com atenção e carinho! Estamos ansiosos para compartilhar este momento especial com você e agradecemos pela compreensão e cooperação. 🤗 “

1 – Nunca faça visitas surpresas

As visitas surpresas são super desagradáveis e podem deixar os pais constrangidos. Afinal, essa fase é bem complicada e o visitante pode chegar em momento que o bebê esteja se alimentando ou dormindo, ou que a própria mãe esteja descansando ou ainda estejam despreparados para essa visita.

Não seja desagradável, sempre procure saber dos pais quais os melhores horários para realizar a visita e respeite o horário informado.

2 – Respeite as regras e limites impostos pelos pais

Sempre respeite e obedeça as regras e os limites estabelecidos pelos pais. A chegada do bebê é um momento deles e por mais que você ache alguma solicitação desnecessária ou exagerada, respeite-a.

3 – Não leve outros visitantes sem a permissão dos pais

Pais que prezam pela saúde e bem estar do filho organizam e limitam tanto o horário, quanto a quantidade de pessoas que irão receber para visitar o bebê. Não seja indelicado e não leve pessoas inesperadas junto com você para a essa visita. O ideal é sempre pedir permissão aos pais antes de levar outras pessoas para visitar o bebê.

4 – Sempre higienize as mãos assim que chegar a casa do recém-nascido.

Mesmo que aparentemente limpas, as mãos podem carregar microorganismos e patógenos invisíveis ao olho nu que podem causar doenças e infecções no bebê. Para evitar qualquer problema, assim que chegar a casa de um recém-nascido lave as mãos, mesmo que não vá tocar no bebê.

5 – Não visite o recém-nascido caso esteja doente

Nunca vá visitar um recém-nascido caso esteja doente ou se recuperando de alguma doença, ou ainda tenha tido contato com alguém doente. Aguarde o momento mais oportuno.

Os bebês são sensíveis e você pode transmitir para eles algum vírus ou bactéria que podem causar infecções de leves a grave.

6 – Nunca fume perto do recém-nascido

Não fumar perto de um bebê pode ser uma instrução que pareça obvia, mas ela precisa ser dada já que fumar perto do bebê é prejudicial à saúde dele e deve ser evitado.

Os visitantes devem evitar fumar durante a visita, mas caso o faça, que seja fora da casa e longe do bebê.

7 – Nunca beije o recém-nascido

A boca possui inúmeras bactérias que podem ser nocivas ao bebê que possui um sistema imunológico ainda em formação.

O ideal é não beijar os bebês em nenhum lugar, mas em especial o seu rosto. O rosto do bebê é uma área sensível e beijá-lo pode transmitir germes. Os visitantes devem evitar beijar o bebê no rosto e, se quiserem beijá-lo, devem fazê-lo no topo da cabeça.

8 – Não toque no rosto do bebê

Suas mãos, mesmo aparentemente limpas, carregam muitos microorganismos, por isso, não toque no rosto do bebê. Tocar no rosto do bebê, assim como o beijo, pode transmitir germes e colocar a saúde dele em risco.

Mesmo após higienizar as mãos, evite tocar diretamente no rosto do bebê.

9 – Evite usar fragrâncias fortes durante as visitas

Ao se programar para visitar um bebê esteja atento ao perfume, loções hidratantes e outros produtos com fragrâncias fortes podem ser irritantes para os bebês, causando alergias e irritações na pele. Por isso, não use-as!

10 – Evite beber antes ou durante as visitas a um recém-nascido

O consumo de álcool antes ou durante a visita pode afetar a sua capacidade de cuidar do bebê e interagir com ele adequadamente. Além de diminuir sua capacidade de percepção e atenção aos possíveis sinais de que o bebê está cansado e já é hora de ir embora.

11 – Não tire fotos do bebê sem permissão dos pais

Não seja indelicado e antes de fazer qualquer registro de imagem, seja foto ou vídeo, peça autorização aos pais. E além disso, pergunte se poderá compartilhar essa imagem ou vídeo nas redes sociais ou com amigos. Respeite a decisão dos pais e não tente convence-los do contrário. Os pais têm o direito de controlar as fotos e imagens de seus filhos.

12 – Não tire o bebê do colo dos pais sem permissão

Não seja inconveniente e respeite esse momento. É crucial que os pais tenham controle sobre quando e quem pode segurar o bebê. Deixe que os pais ofereçam que você o pegue no colo. E acima de tudo, nunca tire o bebê do colo dos pais ou pegue-os no berço, ou os leve para outro ambiente sem o consentimento dos pais.

13 – Evite visitas longas

Essa fase inicial é de adaptação, o bebê e os pais estão se entendendo e ajustando a nova rotina. Visitas prolongadas podem ser cansativas e gerar estresse desnecessário. Por isso, limite o tempo de visita e seja sensível aos sinais de que o bebê e os pais podem estar cansados, agitados e precisando de descanso e privacidade.

Qual momento ideal para visitar um recém-nascido?

Não existe uma regra geral de quando um recém-nascido deva começar a receber visitas. Isso fica a critério dos pais, que devem definir de acordo ao que desejam e se sintam seguros. Alguns pais preferem receber visitas logo nos primeiros dias, enquanto outras preferem esperar algumas semanas.

Independente do momento da visita, o que importa é seguir as recomendações descritas acima. Além disso, os pais devem comunicar os seus desejos e necessidades, para não ter nenhuma surpresa.

Leia também:12 Dicas de Presentes para Dar a Mamãe Recém-Parida

Como reagir em caso de visita indesejada?

O ideal é procurar formas de impedir que isso aconteça., comunicando de forma clara e educada quais as regras e limites para receber visitas, se desejam ou não que as visitas a aconteçam e quando estarão dispostos a isso. Dessa forma, irá evitar que alguém vá visitá-los em um momento inoportuno.

Quem deseja visitar um bebê, no geral, está empolgado e feliz, por isso, os pais devem demonstrar firmeza na sua decisão, mas também devem ser respeitosos e empáticos com os sentimentos dos visitantes.

Em alguns casos, pode ser útil pedir ajuda de um terceiro para lidar com visitas indesejadas, como um amigo ou parente de confiança que possa ajudar a comunicar as necessidades dos pais de forma clara e assertiva.

A chegada de um bebê é um momento mágico e bastante desafiador. Para deixa-lo mais agradável faça com que os seus possíveis visitantes tenham acesso a sua “cartilha de bons modos para visitantes de recém-nascidos”. Com isso, serão evitados momentos estressantes, constrangimentos e apurrinhações.

Afinal, a maior prioridade dos pais é manter o bebê em segurança e todos ao redor devem contribuir com isso.