O Que é Ansiedade de Separação em Bebês

A ansiedade de separação em bebês é um sentimento comum que ocorre quando a criança se sente desconfortável ou angustiada ao se separar de seus cuidadores principais, geralmente os pais. Isso pode acontecer quando a mãe precisa sair para trabalhar, quando os pais precisam sair de casa ou até mesmo quando a criança é deixada com um cuidador diferente.

Essa ansiedade é uma resposta natural do bebê, pois ele ainda está se acostumando com o mundo ao seu redor e se sente mais seguro quando está perto de seus pais. Essa preocupação é uma parte normal do desenvolvimento e geralmente começa por volta dos 6 meses de idade, atingindo o pico entre 10 e 18 meses.

Os sinais de ansiedade de separação podem variar de criança para criança, mas podem incluir choro excessivo, dificuldade para se acalmar, apego excessivo aos pais, recusa em ficar com outras pessoas e medo de ficar sozinho. É importante lembrar que esses comportamentos são temporários e tendem a diminuir à medida que a criança cresce e se torna mais independente.

Existem algumas estratégias que os pais podem adotar para ajudar a lidar com a ansiedade de separação em bebês. É importante estabelecer uma rotina consistente e previsível, para que a criança saiba o que esperar. Também é útil dar tempo suficiente para a criança se acostumar com a presença de outras pessoas, começando com pequenas separações e gradualmente aumentando o tempo.

Pensando além, é importante oferecer conforto e segurança ao bebê, através de abraços, carícias e palavras calmantes. Os pais também podem deixar um objeto de transição, como um brinquedo ou um cobertor, que possa ajudar a criança a se sentir mais segura durante a separação.

É importante lembrar que a ansiedade de separação em bebês é uma parte normal do desenvolvimento e que a maioria das crianças supera essa fase sem problemas. No entanto, se os sintomas persistirem por um longo período de tempo ou interferirem significativamente na vida cotidiana da criança, é recomendado buscar orientação de um profissional de saúde para obter ajuda e suporte adicionais.